Por Ana Maria Raietparvar – Coeditora

O número 07 da Revista Diáspora traz consigo uma grande comemoração. Em 16 de fevereiro de 2017, organizamos o evento comemorativo de 1 ano da Diáspora, na Casa Pública, com a mesa redonda intitulada “O Oriente Médio para além da mídia tradicional”, que contou com a presença do Prof. Dr. Paulo Gabriel Hilu da Rocha Pinto, da Profa. Dra. Beatriz Bíssio, e da jornalista da Revista Diáspora Leila Lak. Após o debate, foram servidos falafels e esfihas feitos por sírios em situação de refúgio no Brasil. Queríamos agradecer novamente a presença de todos que compareceram e lotaram o espaço! É gratificante receber esse retorno pelo nosso trabalho. Que venham muitos anos mais e muitos outros encontros!

Neste número, trazemos o texto “Trípoli Sitiada”, de Muna Omran, que narra o encontro da autora com Trípoli, a cidade libanesa de seus familiares, onde se depara com a situação crítica dos conflitos identitários que tomam a cidade. Ainda no Líbano, Adriana Abdenur e Rodrigo Ayupe discorrem sobre a comunidade armênia na cidade de Anjar, em “Construção identitária no Líbano: a comunidade armênia de Anjar”. Kelly Pessuto traz um panorama do cinema curdo no artigo “O Cinema de Resistência Curdo”. Em “#MuslimBan, ou os Estados Unidos de Trump e os 7 países proibidos”, Leila Lak traz relatos sobre pessoas que estão sofrendo com a medida de Donald Trump, conhecida como “Muslim Ban” e que proíbe a entrada de cidadãos do Irã, Iraque, Síria, Iêmen, Sudão e Somália nos Estados Unidos. Em sua coluna “Ler e Ouvir o Oriente Médio”, Monique Sochaczewski traz um guia de livros que ajudam o leitor a percorrer e entender mais profundamente o Oriente Médio. Já na coluna de Murilo Bon Meihy, “A Era dos Três Patetas: Trump, Dória e Netanyahu em 50 Tons de Cinza”, o autor faz uma análise das medidas tomadas pelos três políticos e seu impacto em nível internacional.  
Boa leitura!

ANA MARIA RAIETPARVAR – Coeditora

 

É antropóloga, coeditora da Revista Diáspora e pesquisadora do NEOM/UFF.